ESTAÇÃO GERAR

“Sendo de novo gerados, não de semente corruptível, mas da incorruptível, pela palavra de Deus, viva, e que permanece para sempre.”  (I Pedro 1 : 23)

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Vamos Orar Um Pouco Mais

Publicado em Programação | Com a tag , , , , , , | Deixar um comentário

PRINCÍPIOS BIBLICOS PARA MAIS UM ANO COM O SENHOR JESUS

  • A cada ano aprendemos um pouco mais sobre princípios bíblicos.
  • Reconhecemos sua importância em nossa vida.
  • Entendemos que nossa vida é edificada sobre princípios BÍBLICOS

2Cr 20 – Houve um Rei em Judá, Josafá, que foi ensinado em princípios bíblicos, pelo seu pai Asa, que também foi Rei em Judá.

Josafá reinou por vinte e cinco anos sobre Judá e Deus confirmou seu reinado por causa da sua fidelidade, porque ele rejeitou os ídolos e buscou ao Deus verdadeiro e foi engrandecido pelo Senhor.

No contexto histórico o reino de Israel estava dividido, reinava Josafá em Judá e, ao mesmo tempo, reinava Acabe sobre Israel. Não eram tempos de paz, tanto é que Josafá fortaleceu o exército de Judá, posto que estava sempre esperando um ataque de Israel. O reino dividido não agradava ao coração de Deus, mas foi conseqüência do pecado de Israel como nação.

Deus deseja edificar a nossa vida e para isto ELE estabeleceu princípios BÍBLICOS.

Estamos começando mais um ano, Vejamos 12 princípios bíblicos que podem edificar a nossa vida.

1) Princípio – BUSCAR AO SENHOR – “e se pôs a buscar o Senhor” – Oração e jejum
2) Principio – Reconhecer as promessas de Deus. Vs 5 a 12
3) Princípio – Viver na aliança estabelecida. Vs 7 (hoje a Cruz).
4) Principio – Crer na Palavra através do Espírito Santo – Vs 13 a 17
5) Princípio – Adoração – “prostraram perante o Senhor e o adoraram” Vs 18 e 19
6) Princípio – Obediência – “Pela manha cedo, se levantaram e saíram ao deserto de tecoa”. Vs 20 a 22ª
7) Princípio – Reconhecer Autoridade Pastoral Profética. Vs 20 “Crede nos Seus profetas”
8) Princípio – Crer que é Deus quem derrota o nosso inimigo – Vs 22 a 24
9) Princípio – Os despojos, quando autorizados pelo Senhor, nos pertence. Vs 25
10) Princípio – Reconhecer a importância do Ajuntamento Vs 26
11) Princípio – Alegria e Gratidão – “Voltaram para com alegria” Vs 27
12) Princípio – Celebração na Casa do Senhor – Vs 28

Que 2016 seja O ano da CELEBRAÇÃO em sua vida e família!

Pr. Jackson Freitas

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Mandamentos Recíprocos

A base do relacionamento, com nosso irmão, não pode ser o medo e nem a desconfiança e sim a CRUZ DE CRISTO!

1.Amem-se uns aos outros – Jo 13.34
2. Aceitem-se uns aos outros – Rm 15.7
3. Saúdem se uns aos outros – I Co 16.20
4. Tenham igual cuidado uns pelos outros – I Co 12.24-25
5. Sujeitem-se uns aos outros – Ef. 5.18-21
6. Suportem-se uns aos outros – Ef. 4.1-3
7. Não tenham inveja uns dos outros – GL 5.25-26
8. Deixem de julgar uns aos outros – Rm 14.13
9. Não se queixem uns aos outros – Tg 5.9
10. Não falem mal uns dos outros – Tg 4.11
11. Não mordam e devorem uns aos outros – Gl 5.14-15
12. Não provoquem uns aos outros – Gl 5.25-26
13. Não mintam uns aos outros – Cl 3.9-10
14. Confessem pecados uns aos outros – Tg 5.16
15. Perdoem-se uns aos outros – Ef 4.31-32
16. Edifiquem-se uns aos outros – I Ts 5.11
17. Ensinem uns aos outros – Cl 3.16
18. Encorajem uns aos outros – Hb 3.12-13
19. Aconselhem-se uns aos outros – Rm 15.14
20. Falem entre vocês com salmos, hinos e cânticos espirituais uns aos outros – Ef 5.18-20
21. Sirvam uns aos outros – Gl 5.13
22. Levem os fardos pesados uns dos outros – Gl 6.2
23. Sejam hospitaleiros uns dos outros – I Pe 4.7-9
24. Sejam bondosos uns para com os outros – Ef 4.31-32
25. Orem uns pelos outros – Tg 5.16

“Um novo mandamento vos dou: Que vos ameis uns aos outros; como eu vos amei a vós, que também vós uns aos outros vos ameis.
Nisto todos conhecerão que sois meus discípulos, se vos amardes uns aos outros”. João 13:34-35

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Estação Gerar

Fé – Rm 1:17 – “O justo viverá pela fé ”

1 Pedro 4 – 12. “Amados, não vos assusteis com a provação que surge entre vós, como fogo ardente, com o objetivo de provar a vossa fé. Não entendais isso como se algo estranho vos estivesse acontecendo”.

Deus prova os seus filhos!
1) Prova do deserto!
Dt. 8:2 “E te lembrarás de todo o te humilhar, e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias os seus mandamentos, ou não”.
2) Prova da obediência ao Chamado! “Abraão você será pai de multidões”
Gn 12:1-3
3) Prova do Tempo! Não corte atalho o Filho vira no Tempo Certo! Sara e Abraão foram provados!
Gn 16

A prova faz parte da nossa caminhada diária!

Publicado em Pastoral | Deixar um comentário

Casa de Paz

RESTITUIÇÃO

TEXTO: JOÃO 11:1-6 ; 17:44

INTRODUÇÃO – Muitas vezes as perdas atingem nossas casas trazendo tristeza e até desespero. Situações maiores que nos parecem não ter reversão, a não ser por um grande milagre de Deus. Casamentos destruídos, relacionamentos quebrados entre pais e filhos, enfermidades sérias, falência financeira ou desemprego são exemplos muito comuns de como as perdas podem afetar o nosso lar. Hoje vamos aprender sobre restituição através do que aconteceu na casa de uma família que sempre recebia Jesus na cidade de Betânia.

  • DEUS SEMPRE TEM O SEU TEMPO E A SUA MANEIRA DE AGIR

Muitas vezes ficamos confusos porque, mesmo buscando a Deus, as coisas não acontecem do jeito que queremos e no tempo que esperamos. Muitos se rebelam por isso e param de buscar. Entretanto, o caminho do Senhor é perfeito, ainda que não entendamos.

  • O AMOR DE DEUS POR NÓS NÃO PODE SER MEDIDO PELA AUSÊNCIA DE PROBLEMAS.

Marta e Maria estavam confusas quanto ao amor de Deus. Ambas, ao receberem Jesus, falavam palavras que demonstravam essa incompreensão. Porque Ele demorou tanto? No entanto, Jesus amava aquela família e estava sofrendo com ela. Por não compreendermos os caminhos de Deus, duvidamos do Seu amor e do Seu poder.

  • A FÉ É A GRANDE CHAVE QUE ABRE A PORTA DO SOBRENATURAL EM NOSSAS VIDAS.

“Se creres verás a glória de Deus”. Este é o maior de todos os segredos espirituais. Não temos que entender o que Deus faz e nem mesmo concordar. Temos que crer! A fé é o único canal para os milagres. Se queremos ver a restituição daquilo que perdemos, precisamos exercer a fé.

  • PRECISAMOS REMOVER OS EMPECILHOS PARA QUE OS MILAGRES ACONTEÇAM.

Há atitudes que precisamos tomar para que os milagres aconteçam em nossas vidas e famílias. Existem coisas que Deus não vai fazer por nós e que são empecilhos para o seu agir. Jesus mandou que tirassem a pedra que fechava a sepultura de Lázaro. Ele poderia fazer isso de maneira sobrenatural, mas não o fez porque há sempre uma responsabilidade que cabe aos homens.

CONCLUSÃO: Ainda que não compreendamos a maneira como Deus está fazendo as coisas, precisamos crer e perseverar. Lembre-se que a fé é a chave! Porém, a verdadeira fé se manifesta em atitudes da nossa parte. Precisamos orar, buscar a Deus, seguir firmes na aliança, mas precisamos também “remover a pedra”, nos livrar dos obstáculos que estão entre o Senhor e aquilo que buscamos. Se fizermos assim, ainda que o luto e o choro tenham entrado em nossa casa, darão lugar à alegria porque o nosso Deus é Deus de ressurreição e restituição.

Comunidade Graça e Paz – Vivendo em Família no Amor de Cristo
Rua Tiradentes 1672 – Industrial – Contagem – MG

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

Herança Espiritual

Gálatas 4:1-7
“DIGO, pois, que todo o tempo que o herdeiro é menino em nada difere do servo, ainda que seja senhor de tudo; Mas está debaixo de tutores e curadores até ao tempo determinado pelo pai. Assim também nós, quando éramos meninos, estávamos reduzidos à servidão debaixo dos primeiros rudimentos do mundo. Mas, vindo a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, Para remir os que estavam debaixo da lei, a fim de recebermos a adoção de filhos. E, porque sois filhos, Deus enviou aos vossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai. Assim que já não és mais servo, mas filho; e, se és filho, és também herdeiro de Deus por Cristo”.

“Herança é uma questão de filiação e não de merecimento.  A base do direito à salvação não está vinculada ao merecimento, mas a filiação”.

Romanos 8:17. “Se somos filhos, então, também somos herdeiros; herdeiros de Deus e co-herdeiros com Cristo, se realmente participamos dos seus sofrimentos para que, da mesma maneira, participemos da sua glória”.   

“Graça é receber o bem que não merecemos e misericórdia é não receber o mal que merecemos”. 

Essa é a justiça da CRUZ!

 

 

Publicado em Sem categoria | Deixar um comentário

O Pedido do Filho

Mateus 20:20-28

Existem muitos pedidos que fazemos ao Senhor que estão completamente fora da Sua vontade. Neste texto fica claro que a motivação do coração dos discípulos era carnal.
No pedido de Tiago, João e sua mãe faltou sabedoria – “não sabeis o que pedis”. Falaram o que desejavam sem avaliar o preço e a renuncia.
Faltou também “visão celestial” e visão do Reino. Os olhos estavam apenas para o ventre. Pediam pensando em si e esqueceram dos outros discípulos. Eles não discerniram o Reino de Deus.
Pedidos como este revelam o principio do nosso adversário. Satanás almejou um trono (Isaías 14:12-15), ele também ofereceu um trono a Jesus (Mateus 4:9 “tudo isso te darei”).

Jesus, o Filho de Deus, nos deixou uma grande lição. Vs 26 a 28
“Não será assim entre vós; mas todo aquele que quiser entre vós fazer-se grande seja vosso serviçal; E, qualquer que entre vós quiser ser o primeiro, seja vosso servo;
Bem como o Filho do homem não veio para ser servido, mas para servir, e para dar a sua vida em resgate de muitos”.
O pedido do Filho: Mt. 26:39
No Getsêmani – “Meu Pai, se é possível, passe de mim este cálice; todavia, não seja como eu quero, mas como tu queres”.
Na oração dominical – “faça-se a Tua vontade, assim na terra como no céu”.

Que Deus Pai nos conceda um coração de servo e que nossos pedidos sejam repletos de sabedoria, visão celestial e cruz.

Publicado em Pastoral | Deixar um comentário

Crescer na Comunhão com o Pai

Somos desafiados todos os dias a crescer em muitas áreas da nossa vida. Área Profissional, acadêmica, conjugal, e espiritual. Quero compartilhar sobre a importância de Crescermos na Comunhão com nosso Pai.
João 1:3 “O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que também tenhais comunhão conosco; e a nossa comunhão é com o Pai, e com seu Filho Jesus Cristo”.

EM NOSSA CAMINHADA CRISTÃ PODEMOS DESENVOLVER COM DEUS E COM OS IRMÃOS RELACIONAMENTO OU COMUNHÃO.

RELACIONAMENTO se baseia em vida social – trabalho, família, escola, sentimentos, política, etc.
COMUNHÃO se baseia na vida com Cristo – Compartilhar Jesus Cristo. Comunhão verdadeira é o compartilhar de Cristo, é compartilhar vida. Tudo o que não for vida não é comunhão.
O DESEJO DE DEUS PAI É DESENVOLVER COMUNHÃO POR ISSO ELE COMPARTILHOU SEU FILHO CONOSCO.

Warren W. em seu comentário bíblico afirma: “A natureza é determinada pelo nascimento, e o nascimento é determinado pela paternidade”.

  • “Se Deus é nosso Pai partilhamos de sua natureza divina. 2Pd 1:2-4 “Graça e paz vos sejam multiplicadas, pelo conhecimento de Deus, e de Jesus nosso Senhor; 3 Visto como o seu divino poder nos deu tudo o que diz respeito à vida e piedade, pelo conhecimento daquele que nos chamou pela sua glória e virtude; 4  Pelas quais ele nos tem dado grandíssimas e preciosas promessas, para que por elas fiqueis participantes da natureza divina, havendo escapado da corrupção, que pela concupiscência há no mundo.
  • “Mas se satanás é nosso pai, partilhamos de sua natureza perversa”. 2:1-3 “E VOS vivificou, estando vós mortos em ofensas e pecados, Em que noutro tempo andastes segundo o curso deste mundo, segundo o príncipe das potestades do ar, do espírito que agora opera nos filhos da desobediência. Entre os quais todos nós também antes andávamos nos desejos da nossa carne, fazendo a vontade da carne e dos pensamentos; e éramos por natureza filhos da ira, como os outros também”.

    Deus deseja que cresçamos na COMUNHÃO e que não fiquemos apenas em um RELACIONAMENTO “social” e Religioso com Ele.

Muitos se esquecem de Deus porque desenvolveram apenas um RELACIONAMENTO religioso e não permitiram crescer na COMUNHÃO com o Pai.

Crescer na COMUNHÃO é participar da natureza divina 2Pd 1:4

João declara: “Ora, a nossa comunhão é com o Pai e com Seu Filho, Jesus Cristo”. Vs 3

OBSTÁCULOS QUE NOS IMPEDEM DE CRESCER NA COMUNHÃO COM O PAI – João 8:21-32

1) FALTA DE ENTENDIMENTO

  • Em João 8:27 “Mas não entenderam que ele lhes falava do Pai”.
  • PRECISAMOS TER REVELAÇÃO DO FILHO

2) FALTA DE LIBERTAÇÃO

  • Jesus fala de libertação aos que haviam crido – Nós precisamos de libertação.
  • Vs. 31,32 orientação aos que creram
  • À medida que vamos conhecendo a VERDADE –crescendo na COMUNHÃO – vamos sendo libertos.
  • Libertos de que?
  • De tudo que nos impede de termos comunhão com o Pai.
  • Da religiosidade que nos leva apenas a ter um relacionamento social com o Pai.

A pior escravidão é aquela em que o cativo não reconhece sua situação. Pensa ser livre, quando, na verdade, é escravo.

3) FALTA DE PATERNIDADE CELESTIAL

  • O escravo Pensa que é FILHO. Anda na casa do PAI, serve a mesa, participa de momentos sociais. Mas é um escravo. Vs 35
  • PRECISA NASCER DE NOVO – SER GERADO COMO FILHO.
  • O Filho ouve, compartilha – participa da natureza do PAI cresce a cada dia na COMUNHÃO. TRAZ CONSIGO O DNA DO PAI ETERNO.

Fomos chamados para CRESCER NA COMUNHÃO COM O PAI e isto só é possível se rompermos com os obstáculos da falta de entendimento, falta de libertação e falta de paternidade.

Que o RELACIONAMENTO superficial e religioso com o PAI seja quebrado em sua vida.

EU PROFETIZO CRESCIMENTO EM SUA COMUNHÃO COM O PAI!

Em Cristo, Pr Jackson Freitas

Publicado em Pastoral | Deixar um comentário

Restauração

Lucas 22:54-62 “Pedro seguia de longe”.

Seguir Jesus de longe, nos leva a lançar mão da nossa autossuficiência para enfrentar os desafios desta vida e tentar sobreviver diante das tentações. Mas a nossa força não é suficiente, não vencemos sozinhos. É quando olhamos ao nosso redor e percebemos que estamos longe do Mestre e então o negamos.           Assim como Pedro eu e você também podemos negar o Mestre e com certeza já o negamos. Se pararmos para avaliar os momentos em que o negamos são aqueles que o seguíamos de longe.         Acredito de todo o meu coração que Deus deseja nos restaurar e nos colocar ao lado do Seu Filho. A restauração de Pedro se deu através do olhar de Jesus; “Então, voltando-se o Senhor, fixou os olhos em Pedro”. Não existe restauração sem o olhar penetrante do Mestre. Olhar de cura e perdão. Olhar que nos leva ao choro amargo pelo pecado; “Pedro, saindo dali, chorou amargamente”. Temos um Pai que todos os dias deseja restaurar o nosso relacionamento com Ele.

 

Publicado em Pastoral | Deixar um comentário